SAF, Vasco recebe consultas e é procurado por donos do Genoa

SAF, o Vasco vem recebendo consultas de investidores desde que anunciou, em dezembro, sua intenção de virar clube-empresa. São conversas embrionárias, com trocas de informações, até porque o clube ainda está em fase de estudos para definir qual modelo que adotará.

Um dos grupos que mantém conversas com o Vasco é o 777 Partners, empresa de investimento com sede em Miami, nos Estados Unidos. O grupo é dono de alguns clubes pelo mundo, entre eles o Genoa, da primeira divisão da Itália.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE



A notícia do interesse do 777 Partners foi publicada no site americano Bloomberg. O ge confirmou as conversas, todavia, não há negociações no momento.

O grupo é um dos investidores que buscaram informações sobre o Vasco. Houve também consultas de empresas nacionais, da Europa e do Oriente Médio. Algumas feitas diretamente ao Vasco, outras através de agentes financeiros do Brasil. O clube tem sido receptivo, passado informações preliminares, mas vai aguardar a conclusão do projeto da SAF para definir qual caminho trilhar.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE



SAF do Vasco : Salgado fala sobre o projeto

Todavia, ainda não tenha aberto negociações, o clube tem se mostrado bastante receptivo à procura de uma série de investidores.

Saf Vasco
Foto: João Pedro Isidro/Vasco

Ainda assim, para o mercado, o Vasco tem se colocado como um dos cinco GGs do futebol brasileiro. Além do Vasco, São Paulo, Corinthians, Flamengo e Palmeiras completariam o grupo de clubes com alcance e torcidas nacionais.

Entre eles, apenas o Vasco sinalizou ao mercado o interesse de virar clube-empresa, por isso, pode ser um diferencial, aposta quem tem acompanhado o andamento do projeto.

Em dezembro, após aval do presidente do Conselho Deliberativo para avançar nos estudos das SAF, o Vasco contratou a KPMG, integrante do grupo de empresas chamadas de Big Four no ramo de auditoria e consultoria, e o escritório carioca de advocacia Veirano.

Lei da SAF: como funciona e o que garante

Ao lado de um conselho executivo interno, formado pelos vice-presidentes gerais, Carlos Osório e Roberto Duque-Estrada; pelo VP Jurídico Zeca Bulhões; pelo VP de Finanças, Adriano Mendes; pelo VP de Relações Públicas, Maurício Corrêa; e pelo CEO Luiz Mello, as empresas estão elaborando o projeto da SAF para o Vasco. A previsão é que o estudo seja concluído entre o final de fevereiro e o início de março.

Por ora, ainda não há uma definição do modelo. Por isso, em um primeiro momento, o Vasco projeta uma SAF 100% do clube. Mas diante das procuras e eventuais proposta no futuro, não está descartada a venda de ações, desde que aprovada pelos poderes do clube.

Vale destacar que a criação da SAF encontra resistência dentro do Vasco. Conselheiros e oposição ainda têm muitas dúvidas sobre o projeto e aguardam a conclusão do estudo elaborado pela diretoria administrativa. Há cerca de 10 dias, em encontro entre Jorge Salgado e Julio Brant, ficou definido que a Sempre Vasco vai acompanhar e colaborar com o processo.

Fonte: Ge