Vasco busca um novo camisa 10; Pássaro tem dúvidas na contratação; confira

Pássaro

O Vasco da Gama, por meio de Alexandre Pássaro, diretor de futebol, busca encontrar bons reforços no mercado da bola. Todavia, nem sempre será preciso recorrer às contratações para qualificar a equipe.

VEJA QUANDO RÔMULO PODE JOGAR PELO VASCO

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO


Este é o entendimento em relação a um novo camisa 10. Com Marquinhos Gabriel como titular, o dirigente não vê pressa em buscar mais um jogador para a função.

O QUE FALTA PARA CANO SUPERAR RECORDE DE PETKOVIC?

Sobre meia a gente entende que tem algumas soluções secundárias, porque o Marquinhos Gabriel é um meia clássico só que numa eventual falta do Marquinhos temos outras soluções aqui. O Pec e o Morato conseguem jogar de meia, o segundo deles jogou de meia no último jogo. Próprio Juninho não é um meia clássico, mas estamos acostumados com times atuando com três volantes também. E não podemos deixar de lembrar do MT que é um meia que joga de camisa 10, quebra um galho na lateral esquerda

Pássaro aposta na base

Dessa forma, as categorias de base são, para Pássaro, a primeira fonte de reforços para o Gigante da Colina. Assim, a busca por mais um meia é um bom exemplo disso.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO


ENTENDA A IMPORTÂNCIA DA RESPOSTA HISTÓRICA PARA O FUTEBOL

Por fim, para o dirigente, é preciso dar chances do jovem MT na função de camisa 10 antes de analisar se é preciso recorrer ao mercado da bola.

Antes de trazermos alguém temos que estar muito seguro e muito necessitado, porque caso contrário iremos colocar um teto no desenvolvimento do MT que é exatamente o que a gente não quer. A intenção é acompanhar o desenvolvimento dele e no final do ano comprá-lo. E ainda temos o Laranjeira que não é um meia clássico, mas é um jogador que faz aquela função.