Vasco crava mês de junho como prazo para SAF; Entenda



O início ruim de Série B do Vasco aumentou ainda mais a expectativa do torcedor do clube pelo avanço no processo de transformação do futebol em SAF e provável venda para a 777 Partners. Mas este processo ainda deve demorar um certo tempo. Além de esperar a chegada da proposta vinculante, que, o possível acordo com a empresa americana ainda terá que passar pelo Conselho Deliberativo e, depois, por uma nova AGE.

Publicamente, o clube adota uma postura cautelosa. Até para não criar mais expectativas no vascaíno. Pelo acordo fechado no memorando de entendimento assinado no final de fevereiro, a 777 Partners tem a exclusividade para enviar a proposta até o fim de maio. Neste momento, as partes seguem fazendo a “due diligence” e trocando documentos que estão sendo analisados. Em contato com o Esporte News Mundo, o 1º vice-presidente geral Carlos Roberto Osório admitiu que o clube tem pressa, mas ressaltou que ainda há muito trabalho a ser feito.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE



josh Wander, já se coloca como dono do Vasco na rede social

– Tanto o Vasco como a 777 querem concluir esse processo o mais rápido possível. Agora, é um processo, do ponto de vista jurídico, administrativo e burocrático, bastante intenso. Uma série de documentos estão sendo analisados e formatados. O trabalho é bastante intenso. E nós esperamos que esse trabalho seja concluído ao longo do mês de maio, para que possamos dar início a derradeira etapa de avaliação nos poderes do clube e em votação na Assembleia Geral o mais rápido possível – afirmou Osório ao ENM, antes de completar:

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE



– O Vasco, a 777 e os vascaínos tem pressa. E esperamos que nós vamos conseguir concluir essa cronograma, para que ainda no primeiro semestre desse ano nós tenhamos a aprovação definitiva da SAF no Vasco – finalizou o dirigente.

Chegando a proposta da 777, a mesma passará pelo Conselho Deliberativo. Mas o resultado desta votação no CD não vai interferir na Assembleia Geral. Mesmo que o Conselho vote contra a proposta, a palavra final será dos sócios do clube numa nova AGE, que deve acontecer até o fim de junho.Fonte: Esporte News Mundo