Coragem de Diniz pode ajudar o Vasco, mas sua teimosia deve atrapalhar

Fernando Diniz

Fernando Diniz tem apenas um jogo comandando o Vasco da Gama. Foi o empate por 1 a 1 desta quinta-feira (16), contra o CRB, fora de casa, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B 2021. Entretanto, o pouco tempo do novo comandante vascaíno não escondeu sua teimosia em repetir erros de trabalhos anteriores e de treinadores que passaram pelo Gigante da Colina recentemente.

CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS SOBRE O VASCO

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO


Por outro lado, é importante destacar a coragem na escalação da equipe. O técnico recém contratado mandou à campo um time ofensivo e com jogadores que, em tese, possuem qualidade para criar jogadas de ataque. Ao mesmo tempo, tentou ter desde a saída de bola atletas que soubessem trocar passes. Isso é bom e é necessário, todavia não é suficiente.

O Cruzmaltino, que se vê cada vez mais distante do acesso à Série A do Campeonato Brasileiro, precisa crescer exponencialmente na competição. Por isso, vitórias e mais vitória são necessárias para dar ao clube um lugar no G-4 do Brasileirão.

Coragem e Teimosia de Fernando Diniz

Como de costume, Fernando Diniz adota formações táticas que privilegiam a posse de bola. Mesmo na defesa, onde o mais importante é conseguir conter o ataque rival, o treinador opta por jogadores que consigam construir uma boa saída de bola. Quando a equipe se impõe e vence, ele está coberto de razão. Entretanto, futebol é resultado e quando isso não acontece, expõe, mais uma vez, os erros por essas escolhas.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO


Diante do CRB, a teimosia do novo comandante se refletiu na escalação de Ricardo Graça ao lado de Leandro Castan. Canhoto, o jovem defensor atuou pelo lado direito, onde, historicamente, o Vasco costuma tomar gols quando ele está em campo. Sem Miranda e Ernando, Walber, recém contratado, estava no banco de reservas e poderia ter começado jogando, como fez Nenê.

Apesar disso, Diniz manteve uma dupla de zaga que não dá certo há anos no Vasco da Gama. O resultado foi que, nos minutos finais, um erro de leitura de Graça abriu espaço na defesa vascaína e terminou com o gol de empate do CRB. Um castigo para um time que, até aquele momento, sabia sofrer.

Por fim, nos trabalhos anteriores, Fernando Diniz se complicou ao ficar agarrado às convicções que nem sempre o levam a vitória. Essa teimosia custou caro e, em sua estreia pelo Cruzmaltino, o mesmo aconteceu.

  

Deixe um comentário