Ídolo do Flamengo esteve perto de reforçar o Vasco; confira

Ídolo do Flamengo, campeão e capitão do título Brasileiro conquistado em 2009, Bruno se destacou dentro de campo pela excelente qualidade como goleiro. Fora das quatro linhas, entretanto, a Justiça o condenou por arquitetar e ordenar o assassinato de Eliza Samudio, mãe de seu filho, em 2010.

SAIBA TUDO SOBRE O VASCO DA GAMA

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE



Todavia, preso, o arqueiro não conseguiu dar sequência em sua carreira, apesar de ter feito algumas tentativas. Segundo o próprio, uma delas aconteceu em 2017 e contou com proposta de Eurico Miranda para defender o Vasco:

“Eu tinha propostas do Brasiliense, do Goiás e de um time de São Paulo, mas o Vasco queria que eu fosse para o Boa Esporte porque eles só fechariam minha negociação se fosse diretamente com os dirigentes do Boa. A jogada era eu ficar quatro meses no Boa Esporte e eles me puxarem para o Vasco”

Goleiro fez história no Flamengo

A revelação do ex-goleiro do Flamengo aconteceu em entrevista ao Podcrê Podcast na última quarta-feira (2). Assim, segundo ele, a procura de Eurico Miranda foi surpreendente:

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE



“Quando eu sai (da prisão, em 2017), eu queria ficar em casa com a minha família, nem tava pensando em jogar futebol. Comecei a receber várias ligações, tinham vários clubes me querendo. Do nada, apareceu uma ligação do Rio de Janeiro e era o Eurico (Miranda) me fazendo uma proposta para ir para o Vasco”

Aposentado do futebol oficialmente desde o ano passado, ele teve uma carreira encurtada pela sua prisão em 2010. Por fim, na época, o jogador era cotado para a seleção brasileira e tinha propostas do futebol europeu.