7 jogadores que o Vasco deveria demitir, mas não pode

Jogadores do Vasco

O Vasco da Gama tem jogadores que não agradam o torcedor, todavia, por questões contratuais, eles devem permanecer no clube por mais um tempo. Atualmente, este é o caso de atletas que foram determinantes para o mal rendimento no Campeonato Brasileiro.

REBAIXAMENTO PODE TRANSFORMAR O VASCO EM UM BANGU

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO


Nesse sentido estão nomes como Fernando Miguel, Yago Pikachu, Leandro Castán, Henrique, Leo Gil, Marcos Júnior e Carlinhos. Eles ainda têm contratos longos com o Gigante da Colina, alias o de alguns sequer terminam em 2021.

Duração de contrato de jogadores do Vasco

Leo Gil é um dos que tem o contrato mais curto, com previsão de término para junho deste ano. O volante, bastante criticado pela falta de qualidade técnica e de vontade, recebeu diversas chances de Vanderlei Luxemburgo ao longo do Brasileirão.

Henrique, no time profissional desde 2013 (está indo para o seu terceiro rebaixamento pelo Vasco), tem vínculo até agosto de 2021 e, sinceramente, não pode fazer uma nova renovação. Limitado tecnicamente, acaba recebendo oportunidades pela falta de concorrência, todavia o Cruzmaltino paga um preço alto por isso.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO


SOMENTE DUAS VEZES VASCO MARCOU 12 GOLS EM UM JOGO

Yago Pikachu e Marcos Júnior devem disputar a próxima temporada, pois seus contratos acabam apenas no fim do ano. O primeiro, no início de seu contrato, se mostrou uma peça importante para o ataque, por isso deixou de ser utilizado como lateral. O segundo, entretanto, nunca fez jus à chance de atuar no Vasco.

TIME SUB-20 DO VASCO GANHA MAIOR TÍTULO DO PAÍS

Fernando Miguel, Leandro Castán e Carlinhos têm acordo até o fim de 2022. Isso mesmo! Com contratos longos, os jogadores devem ainda formar a base da equipe que disputará a Série B do Campeonato Brasileiro, pois a rescisão contratual antecipada gera a obrigação de pagar multas e o Vasco não tem dinheiro para isso.