Marcelo Cabo culpa jogadores por empate do Vasco

Marcelo Cabo

Nada como um dia após o outro e, no Vasco da Gama de Marcelo Cabo, essa é uma forma de resumir o atual momento. Nos três últimos jogos, a equipe sofreu uma derrota, conquistou uma vitória e obteve um empate.

ERA A CAMISA? PIKACHU E FERNANDO MIGUEL FAZEM HOJE O QUE NUNCA FIZERAM NO VASCO

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO


Se há quase uma semana o time foi derrotado dentro de casa pelo Operário por 2 a 0 na estreia da Série B, ontem o Gigante da Colina conseguiu um empate por 1 a 1 contra a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli. Assim, o Cruzmaltino não mudou sua situação na competição, mas ao menos manteve certa tranquilidade para o próximo desafio pela Copa do Brasil.

ACORDO COM A RECORD FEZ GLOBO VOLTAR A VALORIZAR O VASCO

Na quarta-feira (09), às 16h30min, o Vasco da Gama enfrenta o Boavista pelo jogo de volta da 3ª fase da competição nacional. Com a vantagem por ter vencido o 1º jogo por 1 a 0, o time da Colina Histórica precisa apenas não ser derrotado para ficar com a vaga.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO


Cabo vê evolução tática, mas falta de qualidade atrapalha

Para o treinador Marcelo Cabo, o que tem atrapalhado o Vasco nas partidas é a falta de qualidade na execução das jogadas. Segundo ele, a equipe consegue se organizar taticamente e construir boas chances, todavia as decisões finais têm sido tomadas de maneira errada.

NO PIOR MOMENTO DE 2021, VASCO PRECISA DE MUDANÇAS

Começamos muito bem dentro do que treinamos. Marcação alta, sem deixar a Ponte Preta avançara muito, mas não conseguimos transformar a superioridade em gols. A partir dos 20, a Ponte avançou a pressão, não conseguimos sair dessa marcação e tivemos muita dificuldade. Fizemos trocas no intervalo, repaginamos a equipe, subimos de produção, fizemos 1 a 0, mas precisávamos sustentar mais o placar. A Ponte empatou logo, seguimos bem, mas a tomada de decisão não foi a melhor. No jogo passado, entramos 38 vezes no terço final, hoje foram 40 vezes, mas a tomada de decisão está ruim.

REFORÇOS? VEJA OS JOGADORES DO EMPRESÁRIO QUE SE REUNIU COM PÁSSARO

A declaração do treinador dada em entrevista coletiva aponta para a falta de qualidade dos jogadores o motivo pelas não vitórias.

VEJA AS OPÇÕES DO VASCO PARA O ATAQUE

Não acredito que tivemos volume pequeno de jogo se chegamos 40 vezes no terço final do campo. Criamos, precisamos ter um pouco mais de capricho. O problema não é a bola chegar nos homens de frente, o problema é o acabamento.

  
  

Deixe um comentário