Veja como o Vasco se reforçou sem precisar gastar com salários; confira

Vasco com Alexandre Pássaro

O Vasco da Gama está se mostrando ativo no mercado da bola e já conseguiu fazer 5 contratações em 2021: o zagueiro Ernando, o lateral Zeca, o meia Marquinhos Gabriel e os atacantes Morato e Léo Jabá.

VASCO DESISTE DE TIAGO REIS E BUSCA RESERVA PARA CANO

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO


A diretoria, entretanto, não deve parar por aí e tem o objetivo de trazer pelo menos mais dois nomes para reforçar a equipe. Quem são, porém, ainda é um segrego.

VEJA COMO O VASCO DEIXOU DE TER A MAIOR TORCIDA DO BRASIL

Seja como for, o fato é que até agora os reforços tem causado pouco impacto na folha salarial do clube. Em especial os atacantes Léo Jabá e Morato vieram praticamente sem custos.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO


Vasco consegue reforços sem gastar com salário

No mercado da bola, quando um clube contrata um atleta por empréstimo, ele costuma arcar com os salários do jogador. Esta, portanto, é uma forma de compensar o clube que o emprestou, certo?

NOVA CAMISA DO VASCO TEM DETALHES EXCLUSIVOS; CONFIRA

Todavia, não é assim que tem negociado o diretor Alexandre Pássaro. Ele conseguiu trazer os atacantes Léo Jabá, do Paok, da Grécia, e o Morato, do Red Bull Bragantino, com seus clubes pagando a maior parte do salário.

ESCUDO DO VASCO GANHA PRÊMIO INTERNACIONAL

Nesse sentido, no caso de Léo Jabá, especificamente, o Gigante da Colina é responsável apenas por uma pequena parte da remuneração, correspondente ao auxílio-moradia. Do mesmo modo, em relação ao Morato o time de Bragança Paulista está quitando parte da sua remuneração.

VEJA COMO PODE FICAR A ESCALAÇÃO DO VASCO COM MORATO

Assim, o Cruzmaltino vem abatendo a sua folha salarial em aproximadamente 35%, pois também tem conseguido se desfazer de nomes caros do elenco, como Yago Pikachu, Fernando Miguel e Martín Benítez.