Red Bull Vasco ou Vasco City? Clube se organiza para receber investimentos milionários

VAR teve atuação polêmica em São Januário

Red Bull Vasco ou Vasco City? Nomes como esses são especulados por torcedores como parte de mudanças que podem acontecer em São Januário para o ingresso de dinheiro trazido por investidores. Entretanto, ainda não há nada definido.

CASTAN CAUSA NOVA POLÊMICA NO VASCO; CONFIRA

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO


Internamente, a atual diretoria e a oposição do Vasco da Gama concordam que do jeito que está o clube não muda. Isto é, sem um grande aporte financeiro, o Gigante da Colina fica longe de ser tão grande dentro das quatro linhas.

Carol Paiffer e Vasco e revela ‘proposta’; veja o vídeo completo

Assim, o Cruzmaltino estuda mudanças em seu estatuto para garantir a injeção de capital externo. Todavia, há algumas garantias que as pessoas envolvidas no projeto querem manter: a identidade do clube deve ser mantida, como explicou Renato Brito, presidente da Comissão que estuda a reforma do Estatuto do Vasco da Gama, ao Blog do Rodrigo Mattos, do UOL.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO


A intenção é que ressalve a manutenção do símbolo, do uniforme, das marcas, da sede do Rio. Nada que desvirtue o que é a natureza do Vasco. Aprendemos com as experiências de Belenense e Figueirense, houve uma briga sobre quem era dono da marca, dono do estádio. No Vasco, continuarão de propriedade da associação. Vai que o controlador da Vasco SAF queira tirar a cruz-de-malta e botar preto e vermelho. Isso descaracteriza o que é o Vasco”, disse ele, deixando claro que se tratava de um exemplo extremo.

Red Bull Vasco ou Vasco City?

A Lei da Sociedade Anônima do Futebol (SAF) é a base que o Vasco da Gama utiliza para receber investimentos ou sócios em uma eventual empresa criada para controlar o futebol do clube. É um processo parecido também com o que o Botafogo estudou recentemente.

No caso vascaíno, há a preocupação para que não ocorra um processo de descaracterização do clube e nem de perda de controle por parte dos vascaínos. A ideia de entregar o futebol da instituição nas mãos de agentes externos que teriam liberdade total não agrada à cúpula vascaína.

Dessa forma, o que se deseja é receber capital sem perder a identidade vascaína. O dinheiro é visto como necessário, mas não fazer o Vasco deixar de ser Vasco, ou seja, não virar um Red Bull.

  

Deixe um comentário