Vasco desiste da contratação de 2 treinadores para 2021

Treinadores do Vasco

O Vasco da Gama precisa contratar um novo técnico para 2021 e estuda alguns treinadores no mercado da bola para a função. Rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro, o Gigante da Colina busca um substituto para o lugar de Vanderlei Luxemburgo.

BASE DO VASCO PODE GERAR BONS REFORÇOS EM 2021

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO


Nesse sentido, o objetivo cruzmaltino é encontrar alguém que consiga trabalhar com um elenco barato, que, em sua maioria, será formado por jogadores das categorias de base. Ademais, é importante ter um profissional que saiba disputar a 2ª divisão do futebol brasileiro.

Ainda que publicamente o clube negue que esteja analisando perfis exclusivamente para esta missão, acesso à Série A do Brasileirão é o grande objetivo da equipe da Colina Histórica.

Treinadores sondados pelo Vasco

O Vasco sondou alguns nomes para a função. Lisca, que fez um excelente trabalho à frente do América-MG foi um deles, entretanto ainda tem vínculo com o Coelho e deve permanecer por lá.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO


“O Lisca foi procurado, mas temos contrato com o América e a multa é muito alta. Apesar isso, foi uma honra para ele ter sido procurado pelo grande Vasco da Gama”, disse Jorge Machado, empresário do treinador ao Globoesporte.

Ao mesmo tempo, o Vasco da Gama tem buscado treinadores que estejam acostumados a trabalhar na Série B. Oficialmente, repetimos, o clube nega esta situação, todavia tem buscado profissionais com este perfil

“Eles (treinadores sondados pelo Vasco) não estão sendo analisados por serem treinadores de Série B. Qualquer nome analisado ou fechado será por entendermos que o treinador é competente para dirigir o Vasco da Gama em qualquer divisão”, disse Alexandre Pássaro, em entrevista coletiva.

Fernando Diniz e Marcelo Cabo no Vasco?

Assim, o nome de Fernando Diniz que está sendo muito comentado por torcedores do Vasco está descartado. O ex-técnico do São Paulo, que trabalho com Pássaro, é visto como financeiramente inacessível para o time carioca.

Por fim, Marcelo Cabo, que está no comando de Atlético-GO, tem ganhado força junto aos dirigentes vascaínos. Ele tem em seu currículo trabalhos satisfatórios com equipes limitadas, como é o caso do Dragão.