Andrey após se observado pelo futebol Europeu, deve ter mais espaço no Vasco em 2022 na equipe principal



Andrey Santos tem apenas três jogos pelo time profissional do Vasco nesta temporada – nenhum como titular. Mesmo assim, o volante de apenas 17 anos já entrou na mira de clubes europeus e até recebeu uma proposta do Barcelona. Com contrato até agosto de 2023, o jovem é alvo de cuidado especial do clube, que tem um planejamento para aumentar o vínculo e utilizá-lo ao longo do ano.

O meio-campista ainda recebeu consultas de Milan (Itália), Benfica (Portugal), Wolverhampton (Inglaterra) e Monaco (França), mas, com exceção do espanhol Barça, nenhuma conversa avançou para uma oferta. Esses e outros clubes seguem de olho na joia do Vasco e esperam ver o volante em ação na Série B do Campeonato Brasileiro. Se depender de Zé Ricardo, o garoto vai ter chances.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE



– É um projeto não só do Zé Ricardo, mas um projeto do clube. Alguns atletas conseguem vencer seus objetivos e obstáculos da sua categoria e acabam tendo necessidade de ultrapassar esses desafios para serem estimulados de alguma forma. O Andrey é um desses atletas. E isso está acontecendo de forma muito natural. Ainda tem 17 anos e já tem convocações para a Seleção Sub-20. Até capitão já foi – disse o treinador em coletiva na última quarta-feira.

A preocupação do clube atualmente é com o tempo de contrato. Caso não chegue a um acordo para renovação, Andrey pode sair de graça assinando um pré-contrato a partir de março do ano que vem e deixar a equipe no auge dos 19 anos. Por isso, o Vasco negocia a extensão do vínculo e, enquanto isso, freia a utilização do jovem atleta. A negociação pode ficar mais fácil com a chegada da 777 Partners, iminente compradora da SAF vascaína e que ficará com os ativos do clube. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE


Nos treinamentos, o menino tem ganhado moral com Zé Ricardo, que acompanha de perto o seu desenvolvimento e já deu pistas que conta com ele para o decorrer da temporada. A rápida adaptação à rotina do profissional é um ponto que pesa a favor de Andrey. 

– Impressionante como ele se coloca nos treinamentos, como pega as informações. Depois da Copa São Paulo, quando ele veio treinar com a gente, foi nítido que ainda precisava se adaptar e rapidamente passou a fazer um jogo simplificado sem perder a qualidade. Vai ser um jogador de baita futuro para o Vasco e para o futebol brasileiro – destacou Zé Ricardo.

O interesse do Vasco no desenvolvimento de Andrey vai além do retorno esportivo. Principal promessa do clube de São Januário atualmente, o volante pode render um bom retorno financeiro em caso de negociação num futuro breve. Na previsão orçamentária para 2022, a diretoria planejava alcançar R$ 40 milhões com vendas de jogadores no ano – o presidente Jorge Salgado, em conversa com jornalistas, disse que seria necessário aumentar esse valor para R$ 50 milhões. 

Andrey dividiu as últimas semanas entre Vasco e seleção brasileira. Convocado para amistosos da Seleção Sub-20, o garoto perdeu as semifinais do Campeonato Carioca, mas ganhou mais minutagem como titular e capitão na base do time nacional. O tempo com o técnico Ramon Menezes também ajuda a colocar o vascaíno em evidência para os olheiros do exterior.

Há 10 anos no clube, Andrey assinou seu primeiro contrato profissional em agosto de 2020, aos 16 anos. Aquela temporada, inclusive, foi o grande momento da carreira de Andrey como atleta. Além das convocações para a seleção brasileira e dos títulos da Copa do Brasil, Supercopa e Campeonato Carioca com o sub-20, o jovem passou a integrar o elenco da categoria de cima. 

No seguinte, em 2021, foi campeão estadual sub-17 e da Recopa Carioca, atuando na maior parte da temporada pelo sub-20. Também foi o ano da estreia do meio-campista pelo profissional, no Carioca, quando se tornou o jogador mais jovem a atuar no time principal do Vasco neste século, superando Talles Magno. Fez ainda uma partida pela Série B, estreando em uma competição nacional.

Fonte: Ge