Eduardo Baptista e Sebastián Battaglia também estão no radar do Vasco

Nos bastidores de São Januário, alguns nomes de treinadores que agradam a diretoria do Vasco foram revelados ao Torcedores.com. Nesse momento, o clube avalia todos os cenários possíveis, brasileiros e estrangeiros, a fim de ser assertivo no mercado da bola.

No começo da manhã do último domingo (24), o técnico Maurício Souza foi demitido pelo presidente Jorge Salgado. Ele não resistiu a derrota do Vasco por 1 a 0 para o Vila Nova pela 20ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Contratado para o lugar de Zé Ricardo, que aceitou proposta do Shimizu S-Pulse, do Japão, Maurício Souza comandou o Vasco em oito oportunidades. Nesse ínterim, foram três vitórias, dois empates, três derrotas e um aproveitamento de 45,8%.

Três nomes brasileiros estão na lista. Dois são considerados fortes candidatos. Um é apontado como “Plano B”. E um argentino surge como sendo a surpresa dentre os nomes oferecidos por empresários, representantes e intermediários do mundo do futebol.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Abaixo os nomes aos quais o Torcedores.com teve acesso como sendo os treinadores que estão sendo avaliados em São Januário. Vale ressaltar um detalhe importante: Não há, por ora, proposta pelos profissionais. Portanto, o clube apenas estuda os perfis apresentados.

Guto Ferreira

Está sem clube desde junho, quando deixou o Bahia. Por ter experiência na Série B, é visto com bons olhos pela diretoria do Vasco. Ele começou a carreira no sub-19 do São Paulo em 1996. Em times profissionais passou 16 clubes.

Guto Ferreira já comandou o Noroeste, Corithians-AL, XV de Novembro, ABC, Criciúma, Mogi Mirim, Figueirense, Ponte Preta, Internacional, Chapecoense, Sport Recife e Ceará. No exterior, comandou Penafil e Naval, ambos de Portugal.

Renato Gaúcho

Renato Gaúcho comandou o Vasco em duas oportunidades. Nesse ínterim, ficou marcado por ter sido técnico do primeiro rebaixamento do clube para a segunda divisão. Apesar disso, é o único treinador que tem o currículo mais vitorioso.

Ao longo da carreira, venceu a Recopa Sul-Americana (2018), a Copa Libertadores da América (2017), a Copa do Brasil (2007 e 2016) e o Campeonato Gaúcho (2018, 2019, 2020 e 2021). Além disso, comandou sete equipes depois que passou a exercer a função de treinador.

Além do Vasco, passou por Flamengo, Fluminense, Athletico Paranaense e Madureira. Sua única experiência na Série B foi à frente do Bahia em 2010. Recentemente, seu nome esteve cotado para assumir o Atlético-MG.

Eduardo Baptista

O técnico, de 50 anos, está sem clube desde que foi demitido do Juventude, em junho. Ele começou a carreira no Sport Recife, em 2014, e passou por Fluminense, Ponte Preta, Palmeiras. Atlético-GO, Coritiba, Vila Nova, CSA, Mirassol e Remo.

Ao longo da carreira, venceu o Brasileirão da Série D (2020), a Copa do Nordeste (2014), a Copa Verde (2021) e o Campeonato Pernambucano (2014). É considerado o “Plano B” por ser um profissional barato para a realidade dos clubes que disputam a Série B.

Sebastián Battaglia

É o único estrangeiro, por ora, avaliado pela diretoria. Sebastián Battaglia se encaixa no perfil procurado pelo Vasco. Ele está desempregado desde que foi demitido do Boca Juiniors. Levou o time argentino até às quartas de final da Copa Libertadores da América.

Com 41 anos, nunca trabalhou fora de seu país. Pelo seu antigo clube, conquistou a Copa da Liga Argentina (2022) e a Copa da Argentina (2021). Como jogador, foi Multicampeão pelo Boca Juniors atuando ao lado dos astros Juan Román Riquelme e Martín Palermo.

Fonte: Torcedores.com



  


PESQUISA NA WEB GOOGLE