FERJ e seu longo histórico de prejudicar o Vasco e ajudar o Flamengo

A FERJ, sigla para Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro, pra variar vem causa mais polêmica agora ao escalar para o segundo jogo é um novo velho conhecido dos vascaínos, Rafael Martins de Sá.

Rafael Martins de Sá apitou o (até agora) único Vasco x Flamengo do ano. No jogo válido pela décima rodada, há dois domingos, no Nilton Santos, ele foi o árbitro da partida e sua atuação foi desagradável à torcida cruzmaltina.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE



Tudo isso porque não marcou um pênalti pro o Gigante da Colina, no final do jogo, quando o time da Gávea vencia por 2×1. Mais quem disse que isso que a FERJ apronta para o Vasco da Gama.

Veja o vídeo do pênalti não marcado

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE



FERJ, Vasco e Flamengo

Em 2014, por exemplo, a FERJ tinha diversos motivos para anular a final do estadual vencida pelo Fla com um gol irregular de Márcio Araújo. A entidade, por sua vez, optou por ignorar os vários erros da arbitragem dentro e fora de campo e confirmar o título flamenguista.

Antes, na fase de turno, um erro crasso não validou um gol legítimo do Vasco da Gama no Clássico dos Milhões. Na ocasião, Douglas marcou um golaço de falta, todavia a arbitragem simplesmente ignorou que a bola havia ultrapassado a linha.

O episódio desta semana faz parte de um longo histórico de decisões e atitudes prejudiciais ao Vasco da Gama. A questão não é pela pessoa Rafael Martins de Sá, porém é um Árbitro que acabou de passar por uma polêmica no clássico dos milhões. Assim se fazendo um desrespeito em relação ao time de São Januário.