Milton Neves elogia torcida Vascaína e alfineta o Flamengo

Mesmo na Série B, o Vasco segue contando com o apoio incondicional de sua torcida. Diante do Bahia, São Januário se transformou em um caldeirão e explodiu com o golaço marcado por Figueiredo. Neste cenário, Milton Neves exaltou o público presente no estádio e aproveitou para alfinetar o Flamengo, que vive uma relação conturbada envolvendo o trabalho de Paulo Sousa.

Recordando a polêmica do vento na última final da Libertadores entre Flamengo x Palmeiras, Milton Neves colocou a massa vascaína acima da torcida do Flamengo, já que os cruzmaltinos, em nenhum momento, deixam de dar suporte a equipe.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE


Em seu blog no UOL Esporte, Milton Neves se aprofundou na análise sobre os quatro grandes do Rio de Janeiro. Valorizando os respectivos momentos de Botafogo, Fluminense e Vasco, o jornalista detonou a atual fase do Flamengo, distante do pelotão da frente do Brasileirão e com Paulo Sousa extremamente pressionado.

“O Botafogo está embaladíssimo no Brasileirão e, se os times da ponta bobearem, logo tomará a liderança do Nacional. O Fluminense acabou de vencer o Carioca diante do próprio Mengão e a torcida está empolgada com o retorno de Fernando Diniz E o Vasco encanta na Série B tanto pelos resultados quanto pela sintonia com o seu torcedor. Enquanto isso, o Flamengo é o primeiro fora da zona de rebaixamento do Brasileiro e o terceirizado rubro-negro não tem vontade alguma de ir ao estádio para ver o molenga time de Paulo Sousa”, afirmou.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE


POLÊMICA EM SÃO JANUÁRIO

Após o triunfo por 1 a 0 do Vasco, Danilo Fernandes provocou o time carioca. Citando que sua baliza foi pouco incomodada e vazada apenas em um chute de rara felicidade, o goleiro do Bahia questionou a festa em São Januário. Com a vitória, a equipe de Zé Ricardo, momentaneamente, passou a ocupar o G-4, se colocando entre os favoritos ao acesso na Série B que promete ser a mais emocionante de todos os tempos.

“O jogo foi decidido no detalhe ali da bola parada, onde assumo total responsabilidade. Balançou, uma bola difícil, em um chute de longe, variou muito e ela realmente saiu da minha mão, mas eu não posso tomar esse tipo de gol!. E os caras ganharam com um chute no gol, né?! Impressionante! Parece que foram campeões! Mas, é isso aí, ganhar do líder da competição, até então, é motivo de comemorar mesmo. A gente sai de cabeça erguida porque nós fizemos um grande jogo. Viemos até a casa do adversário e jogamos; buscamos a todo momento o triunfo. Agora é levantar a cabeça; não adianta achar culpado. Se tiver que culpar alguém, pode culpar a mim”, afirmou.

Fonte: Torcedores.com



  


PESQUISA NA WEB GOOGLE