Nenê pede desculpa em coletiva pela sua atitude ao ser substituído

Capitão do Vasco, Nenê se pronunciou na tarde desta terça-feira, antes da coletiva de imprensa do volante Yuri Lara, sobre ter se queixado de sua substituição no empate com o Vila Nova na última sexta, pela primeira rodada da Série B do Brasileirão. 

O meia de 40 anos pediu desculpas pelo ato, disse que conversou com o técnico Zé Ricardo e com os jogadores, mas que fez questão de tratar o assunto publicamente. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE



– Só estou aqui para dar uma declaração rápida em relação a minha atitude do último jogo, fiquei angustiado durante o final de semana, tive a oportunidade de conversar com o Zé. Todo mundo me conhece e sabe que eu não fiz nada para prejudicar ele, eu fiquei realmente ansioso para me desculpar – disse ele. 

“Falei com o grupo também, o Zé disse que poderíamos resolver internamente, mas fiz questão de vir aqui pedir desculpas. Como capitão eu tenho que ser o exemplo e essa atitude não foi legal”, completou. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE



O fato aconteceu na partida da última sexta, em São Januário. Ao ser substituído pelo atacante Getúlio aos 24 minutos do segundo tempo, Nenê gesticulou na direção de Zé Ricardo e atirou a braçadeira de capitão no chão. 

– Era o primeiro jogo, estava ansioso, estádio lotado, queria dar a vitória para o nosso torcedor, mas isso não justifica a minha atitude, de forma alguma. Eu estou aqui de coração aberto pedindo desculpas e bola para frente.Tentar cada dia melhorar. Não é porque tenho 40 anos que vou deixar de errar, aprender e todos podem ter certeza que vou continuar dando a vida pelo Vasco da Gama, para conquistarmos nosso objetivo – afirmou ele no seu pronunciamento. 

O Vasco viaja na próxima quinta-feira para Maceió, capital de Alagoas, onde enfrenta o CRB no sábado pela segunda rodada da Série B do Brasileirão. 

Fonte: ge