Transfe ban, fazem Sergio Frias e Leven questionarem empréstimo da 777 ao Vasco

Sérgio Frias @SergioEduFrias 
Não venham agora os propositores do caos, usar como justificativa para entregar o Vasco aos setes uma falta de caixa no clube para pagar aquilo que está tramitando na FIFA em relação ao ex-treinador Ricardo Sá Pinto e sua equipe. 

Entraram 70M no clube, em fev/2022, como empréstimo e o dizer da direção era de que tal verba seria utilizada para satisfazer pendências referentes às operações do clube ao longo do ano e entre elas está, claro, a exemplificada acima, pois impacta exatamente nisso. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O fato de a atual direção ter se fechado ao mercado em nome da 777, uma vez dando exclusividade à ela e afastando quaisquer investidores não demonstra que o Vasco não tem jeito, que não há saída, etc… Não há saída quando se fecham todas as portas de saída. É o óbvio ululante. 

É importante dizer ser natural a resolução do problema com conversa, acordo, algo que poderia ter sido feito quando se escolhiam os destinos do montante da verba recebida (70M), a partir do início de março deste ano. 

Fonte: Twitter Sérgio Frias 

Sérgio Frias e Leven


Fonte: Instagram Leven Siano



  


PESQUISA NA WEB GOOGLE