Das 5 últimas semifinais que disputou contra o Flamengo, Vasco se classificou em 4

Ficou difícil, é verdade. Mas no que depender do histórico recente e na promessa de dias melhores por parte da 777 Partners, o vascaíno poderá se encher de esperança em uma virada sobre o Flamengo, amanhã (20), no Maracanã. Em termos estatísticos, das últimas cinco semifinais que o Vasco encarou o Rubro-Negro, se classificou em quatro e foi eliminado em apenas uma.

Nas duas semis de Campeonato Carioca, por exemplo, ainda chegou à final e sagrou-se campeão estadual. Em 2015, foi por 1 a 0, com gol de pênalti do atacante Gilberto, ex-Bahia e hoje no Al Wasl, dos Emirados Árabes. E em 2016, num dos clássicos mais marcantes do últimos tempos, venceu por 2 a 0, com gols de Andrezinho e Riascos, no fatídico dia do episódio da “NFL”.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE



As outras duas vezes em que o Vasco levou a melhor foram em semifinais de Taça Rio. Em 2017, tinha a vantagem do empate e ficou no 0 a 0. Já em 2012, venceu por 3 a 2 no Nilton Santos com show de Felipe Maestro, que, após a partida, deu declaração que entrou para a história do duelo ao provocar o atacante Vágner Love dizendo que “quem ganha a vida com a boca é cantor”. O revés vascaíno aconteceu na semifinal da Taça Rio de 2010, quando perdeu por 2 a 1.

Um dos principais destaques do Vasco na derrota da última quarta-feira (16) e elogiado pelos torcedores, o zagueiro Juan Quintero deixou claro que vai vender cara a partida de amanhã no Maracanã.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE



“Vamos dar a vida para conseguir o objetivo. Ainda faltam 90 minutos da guerra”, postou o colombiano em seu Instagram.