777 Partners tem histórico de trocar de treinador, assim que assume o clube; Entenda

A 777 Partners, dos sócios Josh Wander e Steven Pasko, está perto de apresentar a proposta vinculante para a compra de 70% das ações da SAF do Vasco da Gama. Com a iminente venda do Clube por cifras na casa dos R$ 700 milhões, mudanças profundas são aguardadas no departamento de futebol do Almirante.

Somente com a Série B do Campeonato Brasileiro no calendário desta temporada, depois de ser eliminado precocemente na Copa do Brasil, o Gigante da Colina convive rodeado de críticas de grande parte dos torcedores. Insatisfeitos com a campanha na segundona, onde o time carioca tem quatro empates e um triunfo, eles esperam mudanças a tempo do 2022 ser salvo.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE



Nenê defende Zé Ricardo e diz que a torcida as vezes ‘atrapalha’

Josh Wander e Steven Pasko tem noção dos anseios do Cruz-Maltino. A dupla também almeja conquistar o acesso de volta à elite do futebol brasileiro. E, para que isso seja possível, os americanos podem fazer o que já estão acostumados: mudar a comissão técnica. Neste caso, Zé Ricardo ficaria bem longe de São Januário.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE



Entenda, o que o Vasco precisa para fechar com 777 Partners

A informação é do Lance!: “Zé Ricardo corre o risco de perder o cargo, caso o desempenho da equipe continue o mesmo, uma vez que a empresa norte-americana tem um histórico de demitir treinadores ao assumir o comando dos clubes”, destacou a publicação. Cabe destacar que o presidente Jorge Salgado vem sofrendo pressão, mas não quer decidir sobre o rumo do departamento de futebol antes de passar o bastão à 777.

Fonte: Bolavip